domingo, 9 de outubro de 2011
Um  mar de audácias
Que não cabem n'um barco!
Sou eu em mim,
peixe e pescador.
Para elas - as iscas -
Sou a vida e a morte
A falta de ar
que culmina
no instante 
passado.

1 comentários


  1. Tia Paula says:

    Você cita muito peixe, água, barco, pesca. Se eu fosse psicóloga tiraria daí o início da minha análise. Mas sou uma achista psicoloca. Me resta aplaudir.

    12 de outubro de 2011 08:04

Leave a Comment